Notícias


02/05/2018 - Cartão Nacional de Saúde deve ser apresentado em atendimentos nas unidades municipais

O cartão é um documento indispensável para os atendimentos na Rede Municipal, uma vez que armazena todos os dados do paciente


Apresentar o Cartão Nacional de Saúde (CNS) na hora de um atendimento nas unidades municipais de saúde é uma forma de garantir que os dados sejam registrados nos sistemas de informação. É o que alerta o Encarregado Administrativo de Atenção Básica à Saúde, Edmar Rosa de Magalhães.

Segundo ele, os profissionais da Secretaria Municipal de Saúde têm encontrado entraves quanto à apresentação do CNS. “Ultimamente encontramos muitas dificuldades, pois a população não tem levado o Cartão Nacional de Saúde consigo na hora do atendimento nas nossas unidades de saúde. Ele é indispensável para que seja feita a realização dos registros dos atendimentos aos usuários nos sistemas de informação. O cartão é um documento e as pessoas precisam tratá-lo como tal”, ressalta Edmar.

O Cartão Nacional de Saúde (CNS) é um documento de identificação dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), que contém informações dos pacientes da rede pública de saúde, possibilitando a criação do histórico de atendimento de cada cidadão por meio do acesso às Bases de Dados dos sistemas envolvidos neste histórico.

Qualquer pessoa que necessita de atendimento pelo SUS tem que apresentar o Cartão Nacional de Saúde. O cartão armazena os dados individuais sobre os usuários como as datas e locais onde foram atendidos, quais serviços foram prestados, por qual profissional e quais procedimentos foram realizados.

O objetivo do cartão é organizar e sistematizar dados sobre o atendimento prestado aos usuários já que é através dele que é gerado o número nacional de identificação, que facilita o acesso à rede de atendimento. Com isso, o cartão facilita a comunicação entre os diversos serviços de saúde, sendo possível acompanhar os procedimentos feitos em qualquer unidade de saúde do país.

O cartão é muito fácil e rápido de ser solicitado, além de ser gratuito. O cadastro pode ser feito pessoalmente na Secretaria de Saúde ou na Unidade Básica de Saúde (UBS) mais perto da residência do usuário do SUS. Para a emissão do CNS, é preciso apresentar documento de identidade (RG), CPF, certidão de nascimento ou de casamento e comprovante de residência.
 


OUTRAS NOTÍCIAS

Doente crônico deve manter acompanhamento médico mesmo durante pandemia

veja mais

Covid-19: decreto autoriza abertura de restaurantes e estabelece regras para funcionamento

veja mais

Criação de agenda positiva é tema de reunião com representante da Codevasf

veja mais

Covid-19: casos em Patos de Minas aumentam e chegam a 27

veja mais

Covid-19: Patos de Minas se destaca como única cidade mineira a cumprir meta em testes aplicados pelo Ibope

veja mais

Estudo técnico para restauração da Matriz de Santana é iniciado

veja mais

Centro Especializado em Reabilitação atenderá deficientes físicos e visuais

veja mais

Conviver: 20 anos oferecendo mais qualidade de vida a idosos de Patos de Minas

veja mais


   VOLTAR